Trabalhos 2018-2019

História Coletiva (JI e 1º ciclo)

Fundação Padre Luís (Vila Nova de Gaia)

Digitalização da história página a página:

História completa:

Autores:
Grupo dos 4 anos da Educadora Ana Rodrigues (história) e grupo dos 5 anos da educadora Marta França (ilustração)

Idade dos alunos:
4 e 5 anos

Metodologia utilizada para a elaboração do projeto/trabalho:
A história “A gota de água Luís e a gota de óleo Dinis” foi criada pelos grupos dos 4 e 5 anos da Fundação Padre Luís. Como motivação para esta atividade, realizaram-se experiências científicas sobre a imiscibilidade dos dois líquidos – água e azeite. Numa primeira fase, fez-se um levantamento dos pré-conhecimentos sobre este tema. Com a realização das atividades experimentais, as crianças tiveram a oportunidade de perceber, através da observação direta, que, neste caso, o azeite, enquanto gordura utilizada, não se mistura com a água. A partir deste ponto exploraram-se conceitos e cuidados a ter em conta que permitam a preservação do meio ambiente. Da mesma forma, deram-se a conhecer as possibilidades que existem no que diz respeito ao armazenamento e reaproveitamento dos óleos alimentares, nomeadamente na transformação dos mesmos em biodiesel, utilizado para o abastecimento dos carros.
A metodologia utilizada para a criação da história, foi a técnica de storytelling colaborativo; durante a execução desta tarefa, algumas crianças sugeriram que a mesma assumisse um formato de banda desenhada. Após a conclusão, fez-se uma revisão de todos os aspetos e todos os participantes concordaram e aprovaram a mesma. Posteriormente, procedeu-se à ilustração da BD e respetiva capa.

Avaliação:

1 - Interesse do desafio proposto para a compreensão da problemática inerente à correta deposição de óleos alimentares usados:

2 - O desafio suscitou a pesquisa e debate sobre o tema?

3 - Principais aspetos positivos:
- consciencializar para a importância da separação dos óleos alimentares;
- motivar as crianças para em casa optarem por esta ação;
- dar a conhecer as consequências da não separação;
- dar a conhecer formas de reutilizar e canalizar o produto

4 - Principais aspetos menos bons (negativos):
- alguns conceitos complexos para crianças pequenas.

5 - A escola faz a recolha de óleos alimentares usados? Se sim, explique como e desde quando:

6 - Conseguiu perceber que percentagem aproximada das famílias dos seus alunos fazem o correto encaminhamento dos óleos alimentares usados?

7 - O trabalho realizado foi ou será divulgado na escola para aumentar a consciencialização sobre esta temática?

Se sim, explique como:
Através da exposição da banda desenhada e nas redes sociais

8 - Gostaria de voltar a participar noutro desafio sobre este tema?

COORDENAÇÃO

PARCERIA