Trabalhos 2018-2019

História Coletiva (JI e 1º ciclo)

Escola Básica S. Miguel - Milharado (Mafra)

Digitalização da história página a página:

Autores:
Alunos de todas as salas/ turmas do estabelecimento.

Idade dos alunos:
Dos 3 anos aos 9 anos.

Metodologia utilizada para a elaboração do projeto/trabalho:
A decisão da Escola Básica São Miguel do Milharado em participar neste Concurso “Uma gota de água e uma gota de óleo” foi tomada em Reunião de Estabelecimento. O grupo de docentes, até porque fazem parte de uma Eco-Escola, tem preocupações com o Ambiente e pretende, sempre que possível, sensibilizar os alunos da escola para a proteção do mesmo, incentivar esta geração a ter comportamentos de separação do lixo, limpeza da escola e dos terrenos circundantes, entre muitos outros temas, pelo que a poluição das águas com óleo, encaixou completamente nos projetos da Escola. Pretende-se ainda, que os alunos sejam também eles portadores de mensagens para que possam ajudar a mudar mentalidades das gerações mais velhas.
Foi decidido que a Biblioteca Esconderijo das Letras e o seu professor bibliotecário fariam a ponte entre todas as turmas. Na sessão semanal na Biblioteca, uma das turmas iniciou um pouco da história, foram tomadas anotações em tópicos, para que, em sala de aula, a turma pudesse desenvolver as ideias combinadas com o professor bibliotecário e fizesse as ilustrações relativas à sua parte. Em seguida, as outras turmas, cada uma na sua vez, ouviriam o que as outras turmas fizeram até ali e continuariam a história, mais um pouco.
Depois de onze turmas terem passado na biblioteca e a décima primeira ter terminado a história, a décima segunda turma, ouviu a história por completo e aceitou o convite para fazer a capa.
A edição dos textos foi feita pelo professor bibliotecário e a revisão do texto, bem como sugestões para títulos e respetiva votação ficou a cargo de todo o corpo docente.
Este processo demorou grande parte do segundo período. E teve um resultado bastante importante, pois são vários os relatos de encarregados de educação que, em conversas com os docentes, mostraram que a mensagem foi passando e, esperamos que venha a ajudar na mudança de comportamentos.
Obrigado pela possibilidade que nos deram de participar nesta iniciativa.

Avaliação:

1 - Interesse do desafio proposto para a compreensão da problemática inerente à correta deposição de óleos alimentares usados:

2 - O desafio suscitou a pesquisa e debate sobre o tema?

3 - Principais aspetos positivos:
Como principais aspetos positivos destacamos:
- o trabalho de equipa que o projeto mobilizou entre alunos e docentes;
- a consciencialização para a importância do tema trabalhado;
- a divulgação do assunto entre as famílias e comunidade educativa em geral, que o projeto promoveu.

4 - Principais aspetos menos bons (negativos):
Na realização do projeto, não encontramos pontos menos positivos, apenas agora no momento da submissão do trabalho, pensamos haver demasiada burocracia.

5 - A escola faz a recolha de óleos alimentares usados? Se sim, explique como e desde quando:

6 - Conseguiu perceber que percentagem aproximada das famílias dos seus alunos fazem o correto encaminhamento dos óleos alimentares usados?

7 - O trabalho realizado foi ou será divulgado na escola para aumentar a consciencialização sobre esta temática?

Se sim, explique como:
Será feita a impressão da história em livro, divulgado entre a comunidade escolar, com o intuito de que venha a ser adquirido em número considerável, reforçando assim a divulgação de uma mensagem que pensamos ser bastante importante.

8 - Gostaria de voltar a participar noutro desafio sobre este tema?

Se sim, de que tipo?
Por exemplo a elaboração/ distribuição de panfletos à comunidade.

COORDENAÇÃO

PARCERIA