Trabalhos 2018-2019

História Coletiva (JI e 1º ciclo)

Escola EBI Gualdim Pais (Pombal)

Digitalização da história página a página:

História completa:

Autores:
alunos do 4ºF

Idade dos alunos:
9 e 10 anos

Metodologia utilizada para a elaboração do projeto/trabalho:
Inicialmente a professora apresentou a proposta deste trabalho/história à turma, contextualizando-a.
De seguida, solicitou a cada aluno que, em casa e com a ajuda da família, pesquisasse e pensasse sobre esta história. Poderiam tirar notas, pensar ou escrever.
Posteriormente, na aula, cada aluno apresentou a sua história, as suas ideias e tudo o que aprendeu sobre os perigos da contaminação do solo e da água, com o óleo aí derramado.
Após este momento foi seleccionada, por votação de braço no ar a ideia principal de que mais gostaram e com a qual mais aprendiam. Porquê esta escolha?
Porque focava o tema da amizade e da interajuda, assim como nos apontavam acções e comportamentos corretos para ajudar a melhorar o ambiente.
Partindo destas ideias principais começou-se a realizar coletivamente a história, escrevendo-a no quadro.
Escreveu-se a introdução seguindo o esquema do texto narrativo: onde, quem, quando, como, …
Passámos depois para a história propriamente dita, onde se contou o que se passou, tentando criar e enriquecer o texto. Apresentou-se o problema e tentaram arranjar soluções para minimizar e ultrapassar os obstáculos.
Durante o desenvolvimento da história foi nossa preocupação transmitir conceitos básicos/essenciais e respostas ecológicas para criarmos cidadãos amigos do ambiente, pretendendo-se que cada cidadão contribua preciosamente para inverter o estado de perigo em que o planeta se encontra.
No final, e como conclusão, a gota de óleo agradece a ajuda da amiga – princípio que como bons cidadãos, devemos pôr em prática, sempre que alguém se preocupa com o nosso bem-estar.
Como a ilustração é um complemento importante de um livro para a infância, juventude, passou-se a essa fase.
Cada aluno desenhou/ilustrou uma parte da história. Estes desenhos foram recortados e foi feita uma montagem para ilustrar cada parte da história.
Também houve a preocupação de dar a conhecer alguns espaços da nossa cidade para assim “abrir o apetite” a futuros visitantes. Exemplo: Jardim do Cardal com o busto do Marquês de Pombal e pérgula.

Avaliação:

1 - Interesse do desafio proposto para a compreensão da problemática inerente à correta deposição de óleos alimentares usados:

2 - O desafio suscitou a pesquisa e debate sobre o tema?

3 - Principais aspetos positivos:
Esta experiência levou os alunos a tomarem consciência sobre a problemática, fazendo pesquisas, reflexões e diálogos com a família, colegas e restante comunidade escolar.
Ajudou-os também a encontrarem as soluções para o problema, a desenvolverem o espírito critico e a criatividade.

4 - Principais aspetos menos bons (negativos):
Falta de tempo para abordar o tema e pesquisar, assim como para elaborar o trabalho, face ao extenso currículo e às várias solicitações feitas à turma, tanto nesta área ambiental como noutras ( saúde, leitura, desporto, épocas festivas,...).

5 - A escola faz a recolha de óleos alimentares usados? Se sim, explique como e desde quando:

Se sim, explique como e desde quando:
Vem uma empresa à escola, fazer a recolha. Desde que a escola abriu, há mais de vinte anos, que se tem feito esta recolha. Presentemente tem havido menos quantidade de óleo porque nas ementas há o cuidado de colocar menos óleos.

6 - Conseguiu perceber que percentagem aproximada das famílias dos seus alunos fazem o correto encaminhamento dos óleos alimentares usados?

7 - O trabalho realizado foi ou será divulgado na escola para aumentar a consciencialização sobre esta temática?

Se sim, explique como:
Sim será divulgado na semana Eco da Escola, com a exposição dos trabalhos à comunidade.

8 - Gostaria de voltar a participar noutro desafio sobre este tema?

Se sim, de que tipo?
Participar em ações de formação/sensibilização.

9 - Outras sugestões para tratar esta temática:
Inquéritos às famílias, ações de formação para a comunidade escolar e colocação de um oleão na escola , onde os Encarregados de Educação pudessem colocar os óleos domésticos.
Também através de canções/músicas, desenhos animados porque são atividades que cativam, motivam e interessam os alunos.

COORDENAÇÃO

PARCERIA